EUA controlam o espaço aéreo em Natal e derrotam Gana por 2 a 1

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Equipe norte-americana faz gol relâmpago, mostra eficiência pelo alto e vence com gol de cabeça nos minutos finais

A cidade de Natal, onde se instalou uma base dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra Mundial, viu a história se repetir nesta segunda-feira, agora no gramado da Arena das Dunas. Com uma competente fortificação defensiva, a seleção norte-americana segurou a pressão de Gana, teve um aproveitamento impecável no ataque e venceu por 2 a 1 a batalha pelo grupo G da Copa do Mundo.

Ofensivamente, a atuação da seleção dos Estados Unidos se resumiu aos dois gols, um no início do jogo e outro nos minutos finais. O primeiro, aos 28 segundos de partida, começou numa cobrança de lateral de Beasley, passou pelos pés de Jones e terminou com um belo drible e o chute cruzado de Dempsey.

Confira a tabela de jogos da Copa do Mundo de 2014

Americanos comemoram muito o segundo gol contra Gana, que saiu no fim do segundo tempo. Foto: Getty ImagesJohn Brooks,de cabeça, colocou os Estados Unidos de novo na frente. Foto: Laurence Griffiths/Getty ImagesAyew comemora bastante o gol. Foto: Getty ImagesAndre Ayew chuta para empatar o jogo contra os Estados Unidos. Foto: Michael Steele/Getty ImagesO alemão Jurgen Klinsmann, treinador dos EUA, gesticula para seus jogadores. Foto: Getty ImagesDempsey fica no chão após ser atingido no nariz. Foto: APRabiu e Beckerman disputam a bola pelo alto. Foto: Getty ImagesLesionado, Altidore deixa deixa o campo de maca. Foto: APAltidore, atacante dos EUA, deixou o jogo lesionado ainda na primeira etapa. Foto: Getty ImagesJoe Biden, vice-presidente dos EUA, marca presença nas tribunas da Arena das Dunas. Foto: Getty ImagesDaniel Opare, de Gana, recebe atendimento médico. Foto: Getty ImagesDaniel Opare e Jermaine Jones disputam lance. Foto: Getty ImagesClint Dempsey comemora após fazer 1 a 0 para os EUA. Foto: Getty ImagesDempsey corre para celebrar o primeiro gol dos EUA na Copa 2014. Foto: Getty ImagesO jogador do Estados Unidos bate cruzado longe do alcance do goleiro de Gana. Foto: ReutersO americano Dempsey chuta para inaugurar o marcador da Arena das Dunas. Foto: Getty ImagesKwesi Appiah, treinador de Gana. Foto: ReutersJogadores de Gana e Estados Unidos se perfilam para a execução dos hinos nacionais. Foto: Getty ImagesGaneses marcam presença no estádio em Natal. Foto: Getty ImagesNorte-americanos demonstram animação antes do jogo. Foto: Getty ImagesTorcedores de Gana aguardam a estreia de sua seleção na Copa do Mundo. Foto: Getty ImagesTorcedor americano fantasiado na Arena das Dunas. Foto: Getty Images

Defesa antiaérea

Difícil saber as reais intenções da seleção dos EUA para o jogo. Fato é que, depois do gol precoce, certamente inesperado, a equipe só se defendeu. E o fez bem, com alguma contribuição do adversário.

Válvula de escape da seleção de Gana pelo lado direito do gramado, o veloz Atsu foi o jogador mais acionado da partida. Por lá, infernizou o lateral Beasley, mas cometeu um erro: concluiu a maioria das jogadas com cruzamentos para a área, sempre bem combatidos pela defesa.

Quando resolveu mudar de lado e de estratégia, os ganeses criaram o melhor lance de perigo da etapa inicial. Gyan, pela esquerda do ataque, se livrou da marcação e bateu firme para difícil defesa de Howard, a única que ele fez nos 45 minutos inicias.

Só metade do campo

Com o tempo, a partida foi cada vez mais se concentrando no campo de defesa dos Estados Unidos, que se defendia com os 11 jogadores. Gana, embora tenha colocado ao menos 9 jogadores no campo de ataque, não mudou de estratégia de jogar pelo alto, até pela falta de espaço para jogar pelo chão.

A essa altura, já estava claro que apenas um erro defensivo ou um lampejo de genialidade mudaria o placar. Aconteceu o segundo, num brilhante toque de calcanhar de Gyan que deixou André Ayew na cara do gol para empatar o jogo.

Eficiência pelo alto

Impecável nas jogadas aéreas defensivas, a seleção norte-americana mostrou o mesmo talento no ataque. Aos 41 minutos da etapa final, em cobrança de escanteio da direita, Brooks subiu sozinho e cabeceou para definir o jogo. O placar foi o mesmo dois dois confrontos entre as seleções em Copas do Mundo, em 2006 e 2010. Agora, porém, a favor dos Estados Unidos, derrotados nas duas ocasiões anteriores.

FICHA TÉCNICA
GANA 1 X 2 ESTADOS UNIDOS

Local: Arena das Dunas, em Natal (RN)
Data: 16 de junho de 2014, segunda-feira
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Jonas Eriksson (Suécia)
Assistentes: Mathias Klasenius e Daniel Warnmark (ambos da Suécia)
Cartões amarelos: Rabiu (Gana)
Gols:
ESTADOS UNIDOS: Dempsey, aos 28 segundos do primeiro tempo; Brooks, aos 41 minutos do segundo tempo
GANA: André Ayew, aos 38 minutos do segundo tempo

GANA: Kwarasey, Opare, Mensah, Boye e Asamoah; Rabiu (Essien), Muntari, André Ayew e Atsu (Adomah); Gyan e Jordan Ayew (Prince Boateng).
Técnico: Kwasi Appiah

EUA: Howard, Johnson, Cameron, Besler (Brooks) e Beasley; Jermaine Jones, Beckerman, Bradley e Bedoya (Zusi); Dempsey e Altidore (Johannsson).
Técnico: Jürgen Klinsmann

Leia tudo sobre: copa 2014ganaeua

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas