Maior esquema de segurança do Rio impressiona na chegada ao Maracanã

Por Thiago Rocha - enviado iG ao Rio de Janeiro |

compartilhe

Tamanho do texto

Quase 26 mil agentes de diversas corporações estarão vigiando o entorno do estádio e pontos cruciais da cidade para a final da Copa do Mundo entre Alemanha e Argentina

Enquanto a chegada de torcedores ainda é pequena na manhã deste domingo para a final da Copa do Mundo entre Alemanha e Argentina, às 16h, o Maracanã recebia intensa movimentação das forças responsáveis pela segurança. Quem chegava ao estádio pela marquise da estação do metrô ou por ruas próximas se impressionava com o aparato policial, com viaturas, cavalaria e armas de grosso calibre.

Maior esquema de segurança do Rio impressiona na chegada ao Maracanã para final da Copa. Foto: Thiago Rocha/iGMaior esquema de segurança do Rio impressiona na chegada ao Maracanã para final da Copa. Foto: Thiago Rocha/iGMaior esquema de segurança do Rio impressiona na chegada ao Maracanã para final da Copa. Foto: Thiago Rocha/iGMaior esquema de segurança do Rio impressiona na chegada ao Maracanã para final da Copa. Foto: Thiago Rocha/iG

De acordo com a Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro, 25.787 agentes de várias corporações atuarão no Maracanã e em pontos estratégicos como a Praia de Copacabana e o Palácio Guanabara, o maior esquema preventivo que a cidade já montou para um evento. Desse efetivo, quase 15 mil virão da Polícia Militar, contando também com Forças Armadas, Guarda Municipal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros.

Final mais repetida, Alemanha e Argentina lutam contra jejum e buscam a glória

Além de ser a final do principal evento do futebol mundial, com expectativa de quase 75 mil espectadores e a presença de autoridades e chefes de Estado, existe o temor de tentativa de invasão ao Maracanã por torcedores sem ingressos, como aconteceu no mesmo estádio antes da partida entre Chile e Espanha, pela fase de grupos.

O policiamento está mais ostensivo tanto nos arredores do Maracanã como em pontos de grande movimentação no Rio de Janeiro desde sexta-feira, com presença até de helicópteros.

Leia tudo sobre: copa 2014argentinaalemanha

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas